13/06/2016

Poesia da quebrada

Cada artista busca inspiração naquilo que mais o angustia. Na periferia, temas como violência e opressão são combustíveis para a criação. Na realidade difícil das quebradas, é preciso ter coragem para evitar o caminho da apatia. A arte que denuncia e combate ferve, mesmo que seja nos intervalos da vida cotidiana.

Nesta edição converso com o poeta Hélio Neri. Falamos sobre sua trajetória como poeta, os três livros já publicados, o quarto livro (Anestesia) que está por vir, a rotina como cabeleireiro, Sarau na Quebrada e muito mais!



OUÇA:

Playlist:
  • Attöm Dë - Onda de Calor Sobre São Paulo
  • Cold War Kids - We Used To Vacation
  • David Bowie - Life On Mars
  • Kubata - Luna de Sangre
  • Chico Buarque - Tema Para Morte e Vida Severina

Veja também:



Nenhum comentário: